Política

Quaqua e Zeidan podem DISPUTAR a Prefeitura contra Fabiano Horta/Pastor Renato Machado nas eleições em 2020

Tudo para enganar o povo

Maricá poderá viver uma eleição diferente em 2020 para a cadeira de prefeito na cidade. O JOM (Jornal O Maricá), com exclusividade tomou conhecimento dos bastidores da política na Cidade. Política essa que envolve, brigas pelo poder e pelo dinheiro do ROYALTIES que a cidade de Maricá recebe.

As eleições de 2020, já pegam fogo há mais de um ano nos bastidores da política maricaense, e segundo informações, o Pastor Renato Machado, que desbancou Quaquá em tudo, até mesmo em obras que tem todos os indícios de serem superfaturadas, não vai abrir espaço para a família Quaquá na majoritária (eleições) de 2020.

No primeiro e segundo ano do Governo do Prefeito Fabiano Horta, foi uma verdadeira prova de paciência  para o prefeito, com as brigas entre o Pastor Renato Machado e a Deputada Zeidan. EM UMAS DAS BRIGAS DO PASTOR RENATO EM 2017, O PASTOR TERIA XINGADO A DEPUTADA ZEIDAN, mandando ela ir para tudo que é lugar e falando para a Zeidan parar de encher o saco dele (Pastor).

Nessa briga Quaquá entrou no meio, e chamou o Prefeito Fabiano Horta na conversa. Com o objetivo de acalmar os ânimos, o Prefeito Horta teria dado a Secretaria de Economia Solidária para o então filho do Quaquá com a Deputada  Zeidan, Diego Zeidan.

Nessa conversa entre Quaquá e Fabiano Horta, ficou acordado entre os dois, que além da secretaria para o Jovem Diego, de apenas 19 anos, a vice Prefeitura nas eleições de 2020, também seria do filho de Quaquá, Diego Zeidan.

Depois desse acordo, o Pastor com olho grande, começou a atacar o grupo do Quaqua e Zeidan no Governo, passando o pastor Renato Machado, a comandar a Prefeitura mais até do que o próprio Prefeito Fabiano Horta, e minar o grupo que declarava apoio a Quaquá e Zeidan. Há informações que o plano “B” de Fabiano Horta, é lançar o Pastor Renato Machado, como candidato a prefeito, assim cortaria o vínculo totalmente com a família Quaqua.

Pastor Renato Machado, que hoje não esconde o gosto por bebidas muito quentes, já foi denunciado por supostas orgias dentro do prédio da Prefeitura, é investigado por inúmeros superfaturamentos e está respondendo processo por Crime Ambiental. Por sua sede de poder,  o “dono” da Prefeitura Pastor Renato poderá jogar tudo a perder e acabar dando a eleição em 2020 para Marcelo Delaroli (PR) ou outros que venham se lançar candidato a prefeito em Maricá.

Quaqua e Zeidan, esperam dar o troco ao pastor Renato Machado nas eleições de 2020. Como tudo indica, será PT X PT em Maricá, assim chegando ao fim definitivamente  a era PT, depois de 12 anos na cidade. Outros apostam que todas essas brigas e desentendimentos, não passam de cena, para enganar a população e dar a reeleição ao grupo do PT em Maricá.

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close