DenúnciaPolítica

DENÚNCIA: Deputado do PSL Poubel tinha esposa de ex-assessor nomeada na Prefeitura do PT como Subsecretária

PSL e seus repasses

O JOM (Jornal O Maricá) recebeu uma grave denúncia que precisa ser investigada pela Delegada Titular da 82º DP, Dra. Carla Tavares, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

Segundo fontes, o ex-vereador do PSL de Maricá, que ganhou uma vaga como Deputado Estadual, teria nomeado a mulher de um de seus assessores na Prefeitura de Maricá, com salário superior a R$ 10.000,00 (DEZ MIL REAIS), tudo indica que o dinheiro era para fazer repasse para o então, vereador Filippe Poubel. Situação essa parecida com o que aconteceu com o seu amigo, Flávio Bolsonaro, que está sendo acusado pelo Ministério Público de ter recebido diversos repasses de assessores e de pessoas ligadas aos assessores.

Este ex-assessor do agora Deputado Filippe Poubel (PSL), era dono de uma distribuidora de Gás em Itaipuaçu, e segundo a denúncia, a esposa do ex-assessor teria sido nomeada na Prefeitura do PT em Maricá, com a única intenção de LEVANTAR dinheiro para o ex-vereador, agora Deputado Estadual Filippe Poubel (PSL). Ao que parece, o novo Deputado segue direitinho a cartilha do seu amiguinho Flávio Bolsonaro (PSL).

Vale reforçar, que o Ministério Público vem realizando um excelente trabalho de investigação, cruzando movimentações bancárias através de informações do COAF, onde o objetivo é realizar ligações de depósito e saque de assessores.

Como tudo indica, o ex-vereador Poubel pode se tornar alvo de investigação. No entanto, não precisa ser nenhum investigador para saber que, se o COAF realizar profundas investigações poderá encontrar repasse de dinheiro de assessores, ligados a alguns vereadores e Secretários de Governo de Maricá também.

O mais vergonhoso disso tudo é que Maricá tem uma prefeitura do PT, que alimenta, banca e financia uma candidatura de oposição, como no caso em tela. O JOM recebeu outras informações de ajuda financeira pelo governo do PT, ao ex-vereador que fazia “oposição” ferrenha (só na tribuna da câmara de Vereadores), ao governo petista.

O Senador Eleito pelo PSL, Flávio Bolsonaro, é alvo de uma grave investigação do Ministério Público, Flávio Bolsonaro, enquanto Deputado Estadual, teria recebido alguns repasses que, segundo o MP, seria dinheiro dos salários dos assessores.

O caso do ex-vereador de Maricá tem Liame com a mesma investigação do MP. Agora, cabe ao Ministério Público apurar, pois o mesmo vereador que votou por duas vezes no Presidente da Câmara Municipal de Maricá (PT), se posicionou contra o atual governador que por sua vez, nem o convidou para o jantar oficial da bancada do PSL.

Porém, após apareceu em um encontro acompanhando os Deputados Marcelo Delarolli e Major Fabiana, num encontro de esclarecimento sobre a composição do governo por filiados do PT, no quadro técnico e por ajudar na posse do futuro presidente da ALERJ que pertence ao PT.

Será que existiu e existe oposição realmente? Tudo indica que o acordão orquestrado pelo Secretário Geral de Governo/Pastor Renato (homem das orgias), também passou a ter no Estado.

O JOM (Jornal O Maricá) entrou em contato com o deputado eleito Poubel (PSL), onde o mesmo não quis se pronunciar, contra as acusações. Vale lembrar, que o ex-vereador Poubel, também já teria sido funcionário fantasma da Prefeitura do PT em Maricá.

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close