Notícias

Jornalista e militante do PT Fernando Paulino é encontrado morto em Maricá

O jornalista e escritor Fernando José de Carvalho Paulino, de 62 anos, foi encontrado morto em sua casa, em Maricá, na tarde desta Segunda-feira (23/04). Sobrinhos do jornalista chegaram para visitá-lo durante a tarde e já o encontraram sem vida. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Fernando Paulino era muito conhecido por sua influência na política e no samba. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro divulgou a morte de Fernando em uma rede social.

”O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro comunica e lamenta a morte do jornalista Fernando Paulino, que deu grande contribuição à causa sindical, a representatividade deste Sindicato, pela sua luta determinada em defesa dos jornalistas, luta contra a intolerância, o racismo, o preconceito e a violência contra as mulheres e os jornalistas.” compadeceu o Sindicato.

Fernando Paulino exerceu as funções de Diretor-Secretário, Diretor Jurídico e como delegado em vários congressos estaduais e da Federação Nacional dos Jornalistas.

Além de Diretor, Fernando era Membro da Comissão da Verdade do Sindicato, que registrou depoimentos de dezenas de jornalistas, inclusive o seu, vítimas da Ditadura. Foi também o representante do Sindicato junto ao Conjira, entidade formada por jornalistas que luta pela igualdade racial e todas as relações raciais e direitos humanos no País. Todo ano, coordenava o bloco carnavalesco da Imprensa, o Pauta Quente.

Entre outras atividades, trabalhou no Jornal A Tribuna, Luta Democrática, O São Gonçalo, Assessor de Imprensa de vários sindicatos, da Companhia Docas do Estado do Rio de Janeiro e Assessor de Imprensa do Diretório Estadual do PT e era um grande militante do Partido dos Trabalhadores.

 

 

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close