Política

“Só mudaremos essa situação com intervenção social e não intervenção militar” diz líder do governo Fabrício Bittencourt

Durante a sessão desta segunda-feira (26/02), o vereador Fabrício Bittencourt (PTB), líder do governo municipal na Câmara de Vereadores de Maricá, defendeu a intervenção militar junto com uma intervenção social no Estado do Rio de Janeiro. .

Segundo o líder do governo, Fabrício, a situação em que o Rio de Janeiro está se faz necessário a intervenção militar, mas que haja um planejamento para as ações também incluir uma intervenção social, já que muitas pessoas que entram para o mundo do crime sofrem com as condições sociais que lhe são impostas.

“O Governo Federal no Rio deve fazer uma intervenção social mas favelas e comunidades do Rio de Janeiro e nas cidades da região metropolitana. As pessoas que vão para a vida do crime são pessoas sem uma oportunidade, que nascem em comunidades pobres, que não tem oportunidade de arrumar um bom emprego, são pessoas reféns de uma sociedade que não é igualitária.” Disse Fabrício Bittencourt.

O parlamentar alertou ainda para uma possível matança de bandidos nas comunidades do Rio. “Não é só entrar nas comunidades e querer matar vagabundo, matar bandido, pois acho que isso vai acabar acontecendo, vão fazer um extermínio de vagabundos (…) mas que também tem gente que tem recuperação. As drogas levam as pessoas a essa situação e de doença também.” Comentou o vereador Fabrício Bittencourt.

Ele também acredita ser necessária a intervenção militar, mas pede que sensibilidade para não apenas vir com a intervenção militar, combatendo a criminalidade, mas que seja feita uma intervenção social com o objetivo de educar e não deixar que jovens e adolescentes caiam no mundo do crime.

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close