Saúde

Mais uma morte por febre amarela em Maricá

O Governo do Estado divulgou em seu último boletim epidemiológico uma morte por febre amarela em Maricá em 2018. A Secretaria de Estadual de Saúde (SES) pontuou que a pessoa contraiu a doença no município de Maricá, o que não significa que ela seja moradora da cidade.

Em nota, a Prefeitura de Maricá informou que:

“Contesta a atribuição do óbito de um paciente com febre amarela ao município”. Segundo o município, “o paciente não é morador da cidade, não faleceu na cidade e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o prazo de incubação também não coincide com o período em que a pessoa passou por Maricá”.

A Secretaria Estadual de Saúde, divulgou o boletim epidemiológico que é bem pontual ao afirmar que em 2018 foram registrados 74 casos de febre amarela silvestre em humanos, sendo 34 óbitos. As mortes registradas foram em Teresópolis (cinco), Valença (seis), Nova Friburgo (três), Miguel Pereira (uma), Rio das Flores (duas), Sumidouro (duas), Cantagalo (três), Paraíba do Sul (uma), Carmo (uma), Maricá (uma), Angra dos Reis (sete) e Engenheiro Paulo de Frontin (uma). Em macacos os municípios Niterói, Angra dos Reis (Ilha Grande), Barra Mansa, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin e Araruama tiveram cada um, uma confirmação de febre amarela em animais, epizootia.

 

 

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close