País

Motoristas de aplicativos de Maricá vão participar da greve internacional

Nesta quarta-feira (08/05), será uma data marcante para os motoristas do aplicativo Uber, o dia não só marcará a oferta pública inicial (IPO) da empresa na Bolsa de Nova York, mas também uma greve que vem sendo planejada por muitos motoristas dos EUA e também do Brasil.

Os motoristas do Rio de Janeiro não irão ficar de fora. Segundo informações, nesta quarta-feira, a cidade de Maricá não terá motorista de Uber trabalhando, a greve irá iniciar às 12:00h, na Avenida Antonio Vieira Sobrinho, no Centro de Maricá.

Segundo representantes da classe trabalhadora, os motoristas alegam que a Uber vem encolhendo seus pagamentos, além de não oferecer benefícios ou segurança relacionados a trabalho. Também reclamam de não terem voz contundente nas opiniões refletidas pela empresa e acusam a Uber de falta de transparência para com eles.

A expectativa é que nesta quarta-feira, os motoristas que rodam pela Uber na Capital desliguem o aplicativo, num período de 12 a 24 horas, a partir do pregão na bolsa de Nova York.

De acordo com documento submetido à Comissão da Valores Mobiliários dos Estados Unidos, que autoriza o ingresso da empresa no mercado de ações, o Brasil é o segundo maior mercado da Uber no mundo, ficando atrás apenas dos EUA. Os dados até então eram inéditos e dão pela primeira vez a dimensão do impacto da empresa no mercado.

No Brasil o Uber faturou quase US$ 1 bilhão em 2018 – um crescimento de 115% em relação a 2017. No documento, a empresa afirma que 24% do faturamento da empresa com transporte vem de cinco metrópoles mundiais.

Curta nossa página no Facebook e participe do nosso grupo do WhatsApp.

Veja Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close